Topo
Tales Faria

Tales Faria

FHC e Alckmin respondem a Bolsonaro com temor por seu autoritarismo

Tales Faria

2017-05-20T19:19:03

17/05/2019 19h03

O blog enviou ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso  e ao presidente nacional do PSDB, ex-governador Geraldo Alckmin, o texto que o presidente Jair Bolsonaro distribuiu na manhã desta sexta-feira (17) em grupos de WhatsApp.

O texto, de autoria anônima, diz que Bolsonaro sofre pressões de todas as corporações, em todos os Poderes e que o país "está disfuncional".

Fernando Henrique considerou "perigoso" quando "os que mandam não conseguem apoio por suas próprias deficiências".

Em nota, Bolsonaro justificou a distribuição do texto da seguinte forma:

"Venho colocando todo meu esforço para governar o Brasil. Infelizmente os desafios são inúmeros e a mudança na forma de governar não agrada àqueles grupos que no passado se beneficiavam das relações pouco republicanas. Quero contar com a sociedade para juntos revertermos essa situação e colocarmos o País de volta ao trilho do futuro promissor. Que Deus nos ajude!"

Geraldo Alckmin foi categórico: "O Brasil não é ingovernável. O governo é que não está à altura do Brasil".

Na resposta enviada ao blog, FHC afirmou que "governar é sempre difícil. Na democracia exige-se paciência, capacidade de ouvir e rumo para compor forças e levá-las a um objetivo aceito pelo país. Engana-se quem pensa que no autoritarismo os compromissos são dispensáveis: eles se dão sem que o público saiba".

Para o ex-presidente, "quando os que mandam não conseguem apoios por suas próprias deficiências, imaginam que nos sistemas menos democráticos podem conseguir imprimir sua vontade. Ledo engano, nem assim. Por isso mesmo, porque os poderosos incompetentes podem imaginar que são 'os outros' que os atrapalham, tornam-se perigosos, podem querer desviar-se das regras, como se fossem elas e não eles que atrapalham".

Mas Fernando Henrique ainda não bate o martelo sobre Jair Bolsonaro: "É cedo para concluir. Melhor dar uma chance à esperança antes de condenar."

 

Sobre o autor

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, “Todos os Sócios do Presidente”, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Sobre o blog

Os bastidores da política pela ótica de quem interessa: o cidadão que paga impostos e não quer ser manipulado pelos poderosos. Investigações e análises com fatos concretos, independência e sem preconceitos.