Topo
Tales Faria

Tales Faria

Oposição decide hoje forma de convocação de Sérgio Moro ao Congresso

Tales Faria

10/06/2019 09h21

Oposição decide hoje forma de convocação de Sérgio Moro ao Congresso

Os líderes do PT no Senado, Humberto Costa (PE), e do PSol na Câmara, Ivan Valente (SP), disseram ao blogo que seus partidos darão entrada num pedido de convocação do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao Congresso.

Os dois líderes querem que Moro explique a publicação pela The Intercept Brasil de conversas entre ele e a força-tarefa da Lava Jato. Segundo os parlamentares, as conversas apontam que Moro orientou investigações promovidas pela equipe do procurador Deltan Dallagnol sobre os casos da Lava Jato no âmbito da Lava Jato.

O senador e o deputado disseram que, antes, pretendem discutir com os demais partidos de oposição, a forma da convocação. Ivan Valente defende que seja para uma sessão no plenário.

A líder da Minoria na Câmara, deputada Jandira Feghalli (PCdoB) anunciou que os líderes de oposição estão antecipando suas viagens a Brasília para uma reunião hoje, por volta de meio dia [foi adiado para as 15h devido aos horários dos voos].

No encontro, os oposicionistas deverão traçar uma estratégia comum, o que não exclui que cada legenda apresente outros requerimentos.

Líderes do Centrão ouvidos pelo blog adiantam, reservadamente, que apoiarão a convocação do ministro.

O ambiente no Congresso para o ministro já não era dos melhores. Não só por ter denunciado e condenado vários parlamentares, como também por ter trocado farpas com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A expectativa de seus desafetos é de que chegou a hora do revide.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, “Todos os Sócios do Presidente”, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Sobre o blog

Os bastidores da política pela ótica de quem interessa: o cidadão que paga impostos e não quer ser manipulado pelos poderosos. Investigações e análises com fatos concretos, independência e sem preconceitos.