Topo
Tales Faria

Tales Faria

Na casa de Rodrigo Maia, lideres contam 298 votos hoje para a Previdência

Tales Faria

08/07/2019 22h10

Líderes governistas reunidos na tarde desta segunda-feira (8) na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), levantaram o número exato de deputados que consideram "voto seguro" a favor da reforma da Previdência.

"São 298 votos hoje. Super fechado", disse ao blog o coordenador da bancada do PSL para a reforma da Previdência, deputado Alexandre Frota (SP).

Frota era um dos presentes na residência oficial da Câmara. Também participaram do levantamento o ex-líder do governo Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e os líderes do PP, Artur Lira (AL), do Novo, Marcel van Hattem (RS), e do PSL, Delegado Waldir (GO). Além do próprio Rodrigo Maia, do secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Para a aprovação do texto-base emenda constitucional da reforma são necessários 308 votos. Portanto, ainda falta convencer pelo menos dez deputados.

"Pelos nossos cálculos, na hora da votação teremos muito mais do que isso. Serão entre 330 e 340. Teremos sessão até quinta-feira ou sexta se precisar. Já temos claro quais são os deputados com os quais precisamos conversar", conta Alexandre Frota.

Ele levou o mapa de votação para seu gabinete. Pendurou na parede e anota um por um os votos conquistados.

"Estamos trabalhando intensamente. Todos os deputados do PSL foram informados de que não devem comprar passagens de volta. A ideia é ficar em Brasília o quanto for preciso para votar. Hoje à noite eu vou me reunir com um grupo de 5 rebeldes de partidos diferenciados. São amigos, vamos acalmar os ânimos", disse ao blog o deputado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, “Todos os Sócios do Presidente”, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Sobre o blog

Os bastidores da política pela ótica de quem interessa: o cidadão que paga impostos e não quer ser manipulado pelos poderosos. Investigações e análises com fatos concretos, independência e sem preconceitos.