Topo
Tales Faria

Tales Faria

Contratação de Alceu Valença para show da Embratur é que irritou Bolsonaro

Tales Faria

29/03/2019 15h44

O cantor Alceu Valença é o pomo da discórdia entre o presidente Jair Bolsonaro e a presidente afastada da Embratur, Teté Bezerra.

Alceu declarou voto em Fernando Haddad (PT) nas eleições presidenciais de 2018 e puxou um protesto contra Bolsonaro durante o show de Carnaval deste ano no Marco Zero do Recife.

Em sua live semanal desta quinta-feira (28), Bolsonaro afirmou que mandou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, demitir a ex-deputada Teté Bezerra (MDB-MT) por causa de um jantar de R$ 290 mil que seria patrocinado pela Embratur. Mais cedo, este blog havia revelado o pedido de demissão da ex-deputada

"Quero crer que não tenha sido por causa do Alceu Valença que o presidente cometeu tamanho erro. Nem sei de seu gosto musical. Prefiro acreditar que tenha sido simples desconhecimento da importância da feira para o Brasil", disse Teté ao blog.

O deputado Carlos Bezerra (MDB-MT) é marido da ex-presidente da Embratur. Ele se mostrou bem mais irritado: "O show não é contratado pela Embratur, mas sim pela empresa promotora do evento. Esse presidente é um despreparado, paranoico. Não sabe da importância do evento no meio turístico mundial e nem o quanto a sua atitude depõe contra o Brasil."

A assessoria de Alceu Valença afirma:  "O show  acústico foi contratado por uma produtora para evento corporativo, como acontece diversas vezes. Não foi contratado diretamente pela Embratur. Com o cancelamento o cachê sequer chegou a ser pago."

A ex-deputada distribuiu nota (leia aqui a íntegra) em que afirma estar demissionária desde o dia 20:

"E essa decisão não estava relacionada a qualquer alegado patrocínio de jantar. (…) O episódio envolvendo o que seria um jantar, pago pela Embratur, a um custo de R$ 290 mil, na verdade se refere à participação do EMBRATUR na World Travel MarketLatin América – WTM Latin América, a maior feira internacional de turismo do Brasil e que se inicia na próxima terça-feira (02) e vai até quinta-feira (04), em São Paulo.

Será a sétima edição da feira no Brasil, organizada pela Reed Exhibitions, a mesma responsável pela WTM de Londres. A estimativa de negócios na WTM Latin América de São Paulo gira em torno de 374 milhões de dólares. Traz representantes de mais de 50 países e 10 mil visitantes de todo o mundo."

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, “Todos os Sócios do Presidente”, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Sobre o blog

Os bastidores da política pela ótica de quem interessa: o cidadão que paga impostos e não quer ser manipulado pelos poderosos. Investigações e análises com fatos concretos, independência e sem preconceitos.